Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

O meu amigo ...

Sabem quem é o meu melhor amigo?

 

É um cãozinho preto. É muito fofo e brincalhão, só que eu ás vezes fico muito

chateada com ele. É que ele gosta de brincar comigo, mas se vê que alguém lhe está a

dar atenção, já não me liga nenhuma ... só dá atenção à outra pessoa. E eu fico

chateada, porque eu não sou assim. Eu quando quero brincar com ele, só brinco com

ele e fico super chateada se me pegam ao colo.

 

Mas fora isso, gosto muito dele. Eu antes de mudar para a nova casa da minha dona,

às vezes ia deitar-me ao pé dele - ele é muito quentinho. E punha-me a brincar com

ele ... se ele não queria brincar aí é que ficava chateada e expulsava-o da cama - para

que hei-de de ter estas unhas fabulosas se não for para usar. Hehe

 

Agora ele está lá em casa, foi lá fazer uma visita, já está lá desde quinta. Está a ser

tão giro ... e sempre dá para matar saudades.

 

Muitas lambidelas!

 

tags:
publicado por hinata às 13:33
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

Como fui parar lá a casa ...

Segundo ouvi dizer ... a minha dona queria muito ter uma gata. Não sei bem porquê,

se calhar começou a ouvir as peripécias dos outros gatos e começou a nascer dentro

dela aquele desejo de também ter um.

 

Ela sabia que era impensável entrar um gato na casa dos avós, de modo que decidiu

juntamente com o namorado que quando eles se casassem iriam ter uma gatinha lá

em casa.

 

Mas, o problema é que ela quando se entusiasma com uma coisa, quer saber tudo

sobre ela. E lá começou a tentar saber tudo sobre gatinhos. Como eles são, os

cuidados a ter, entre outras coisas.

E a ideia tanto andou ali na cabecinha dela, que o desejo começou a crescer e crescer

e a vontade de ter uma gatinha era cada vez maior. Até que ... ela não aguentou mais

e começou a chatear a cabeça dos avós. E eles começaram a ceder, mas sempre com

a condição de ser ela a encarregar-se da gata e quando se fosse embora levava-a com

ela. Claro que ela disse logo que sim e começou logo a tentar arranjar uma gatinha.

 

Entretanto, descobriu uma senhora amiga que tinha gatos persas e que quando as

gatas tinham ninhadas ela dava-as a pessoas amigas. Mas infelizmente, no ano

anterior, uma das gatas tinha tido um parto muito traumatizante e ela disse que

nunca mais queria que a gata tivesse gatinhos.

 

A minha dona ficou muito triste ... então ela disse-lhe que lhe dava uma persa de

pelo curto, visto que a gata até tinha simpatizado muito com ela. A minha dona disse

que não podia aceitar, porque lá em casa já vivia o meu querido amigo Tigre (o cão lá

da casa), o que fazia com que só uma gatinha bebé pudesse lá entrar.

 

Onde arranjar uma gatinha bebé? - pensava ela. Viu no miau uns tão fofos ... mas a

avó disse que era muito dinheiro, para um gato que nem sequer era puro. Que se era

para comprar ao menos que fosse puro.

 

E o desejo crescia e crescia e ela cada vez queria mais uma gata...

 

Até que ao entrar numa lojinha de animais, deram-lhe o contacto da minha criadora,

mas quando ela lhe disse quanto eu custava ... a minha dona disse que nem pensar.

Mas depois começou a pensar ... pensar ... hummm ... e ela pensou que podia pelo

menos ver-me e que depois logo decidia. Falou com o namorado e lá vieram ver-me.

 

Quando eles chegaram, eu estava toda entretida a brincar com os cortinados da

minha casa. Aquilo era divertido ... na altura ainda só tinha 7 semanas.

Eles começaram a querer pegar-me ... que coisa ... metam-me no chão, eu não sou

nenhum boneco, ... ainda hoje só gosto que me peguem quando EU quero, que coisa.

Mas não valia a pena eu espernear, eles não me largavam e punham-se a olhar para

mim e a admirar tudo o que eu fazia. "É tão linda, ... é tão fofinha, ... é mesmo gira,

..." - diziam eles. Pelo menos reconheceram os meus atributos, tenho que confessar

que tenho uns donos muito inteligentes.

 

Bem, chegou a altura de eu abandonar os meus pais (eu também não lhes ligava

nenhuma, mas ...).

A minha criadora encheu a minha dona de instruções sobre os cuidados que devia

ter comigo, enfiaram-me num cesto amarelo e lá fui eu.

Claro que eu, quando cheguei à rua, comecei a barafustar com eles. Eu não queria ir

ali presa - "Tirem-me daqui ..." e eles lá cederam e fizeram uma coisa que não se

deve fazer - levaram-me ao colo.

 

Agora já sabem como foi ...

 

Muitas lambidelas!!

tags:
publicado por hinata às 11:06
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2008

Sou eu ... a Hinata

Olhem só para mim toda consolada a dormir com a minha dona.

 

 

Hehe. Muitas lambidelas!!!

tags: ,
publicado por hinata às 14:02
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2008

Olá!

Olá!

Eu sou a Hinata, sou uma gatinha persa. E faço as delícias da minha dona.

 

Neste blog podem encontrar coisinhas sobre mim e sobre outros gatos. E sabem uma

coisa? A minha dona quer que eu tenha gatinhos, por isso preparem-se que eu vou

ter muito para contar.

 

Muitas lambidelas e até à próxima.

tags:
publicado por hinata às 11:03
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Gatinhos com 6 dias - II

. Gatinhos com 6 dias - I

. Gatinhos com 4 dias ...

. Destaque ...

. A hinata já é mamã ...

. Foto do dia no Sapo ...

. Buhh ...

. Dá-me miminhos ...

. Yoshi quer colinho...

. Hinata ...

.arquivos

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.participar

. participe neste blog

.Contador de Miaus

blogs SAPO

.subscrever feeds